Como calcular o volume de escavação em uma obra

volume de escavação

Antes de iniciar qualquer escavação é necessário identificar e classificar o material a ser escavado. Como vimos no post anterior deste blog, existem 3 categorias de escavação, levando-se em conta o tipo de solo e material escavado.

A terra que se retira de uma escavação fica solta e passa a ocupar mais espaço. Conhecido como empolamento, esse fenômeno é expresso em porcentagem. Ao se escavar 1 m3 de solo ele aumenta para 1,3 m3, o empolamento é de 30% e deve ser observado ao se planejar uma obra pois irá influenciar na produtividade, transporte e no orçamento como um todo.

O oposto do empolamento é a contração, neste caso, a terra ocupa menos volume quando compactada, sendo o volume final inferior ao volume ocupado antes do corte. Este valor também é expresso em porcentagem e deve ser considerado para executar um aterro, por exemplo. Neste caso, para executar um aterro com 1 m3, será preciso mais que 1 m3 de terra.

Calculando o volume de escavação:

Os volumes de terra que serão transportados de cortes ou para aterros serão sempre diferentes dos medidos pela topografia, portanto é preciso considerar o empolamento do material escavado para encontrar o volume a ser transportado. Confira a seguir como calcular o volume de escavação:

Em uma obra, o serviço de topografia mediu uma escavação de 50 m3 de terra. Precisamos descobrir o volume de terra solta para definir o transporte através da seguinte fórmula:

Vs = Vc (1 + E),  onde:

Vs – volume de terra solta

Vc = volume medido no corte

E =  empolamento.

Neste exemplo, vamos considerar que a terra é comum, com taxa de empolamento de 25%. Para realizar a conta, transforme a porcentagem em 0,25. Logo:

Vs = 50 (1 + 0,25)

Vs = 50 x 1,25

Volume de terra solta = 62,5 m3

Portanto, depois da escavação, o volume de terra, que era de 50 m3 no corte, aumentará para 62,5 m3.

Para se calcular o volume da contração, que ocorre quando o volume final é inferior ao que havia no corte, considerando que  1 m3 de solo, medido no corte, contrai para 0,9 m3 no aterro após compactação.Para saber quanto de terra será necessário cortar para fazer um aterro com 50 m3 – considerando redução volumétrica de 10% – vamos utilizar a seguinte fórmula:

Vc = Va/C – Onde:

Vc = Volume de terra medido no corte

Va = Volume compactado no aterro

C = Contração (se a redução volumétrica é de 10%, a contração é de 90%) Aplicando a fórmula, lembre-se de mudar a porcentagem. Assim: 90% = 0,90. Portanto:

Vc = 50/0,90

Vc = 55,55 m3

Portanto, para fazer um aterro com volume final de 50 m³ é necessário escavar 55,55 m3 e transportar 69,4 m3 de terra.

Neste post sobre volume de escavação observamos como calcular o volume de uma escavação e sua influência na produtividade, transporte e orçamento de uma obra.

Aqui na Demolidora Solum, somos capazes de empreender uma vasta gama de serviços devido a nossa experiência e nossa mão de obra altamente qualificada. Nossos controles rigorosos, métodos de trabalho e equipamentos modernos, nos permitem executar obras de forma segura e eficiente. Seja qual for seu projeto, temos o equipamento e experiência para realizar seu trabalho no prazo, dentro do orçamento e, o mais importante, com segurança!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *