Conheça os principais métodos de demolição!

Conheça os principais métodos de demolição | Demolidora Solum

Os vários métodos de demolição são ferramentas seguras e eficazes de desconstruir estruturas já existentes, utilizados por construtoras, mineradoras e usinagens, entre outros segmentos.

De forma geral, essa prática é utilizada em duas situações bem específicas.

A primeira é para garantir a segurança de uma determinada região que está ameaçada devido a uma edificação instável que está apresentando risco de desabamento.

A outra é possibilitar e garantir espaço para que novas obras sejam edificadas, liberar espaços para novos projetos e obras, como edifícios, rodovias, condomínios, etc. 

No entanto, demolir um estádio de futebol quando há necessidade exige processo e procedimentos diferentes de uma rocha em uma estrada, por exemplo. 

Por isso, é preciso saber como e quando utilizar os diversos tipos de demolição. 

Confira quais são eles lendo nosso post.

Quais são os principais métodos de demolição?

Demolir é o processo planejado, calculado e controlado de derrubar alguma estrutura, independentemente do tamanho e de onde ela está instalada, seja uma casa ou uma rocha. 

Porém, cada situação exige métodos diferentes e a escolha deve ser feita de acordo com:

  • as condições estruturais,
  • a disponibilidade para a execução, 
  • o tempo para execução,
  • custo.

Os meios mais comuns para demolir são:

Demolição mecânica

Esse é um dos métodos de demolição que geralmente utiliza equipamentos de médio e grande porte.

As ferramentas mais usadas são escavadeiras, carregadeiras e robôs que podem derrubar por completo ou parcialmente paredes, vigas, coberturas de concretas, estruturas metálicas e de madeira.

Sua execução é rápida e eficiente, mas, se tratando de rochas, esse método limita-se a remoção apenas das que apresentam baixa resistência. 

Demolição manual

Como o próprio nome sugere, esse método utiliza-se de ferramentas manuais. 

Pelo seu efeito final, é chamada de sustentável porque possibilita o reaproveitamento do material retirado. 

Ela é indicada para ser usada em pequenas construções, ou quando se tem o interesse no aproveitamento ou ainda quando há risco para imóveis próximos. 

Demolição por implosão

Provavelmente esse é um dos métodos de demolição mais vistos em filmes e jornais.

Ela acontece quando explosivos ou elementos químicos são colocados em lugares estratégicos da edificação para demolir de maneira rápida.

É indicada para estruturas muito grandes, como estádios, edifícios e pontes, entre outras. 

Esse método é um dos mais utilizados em rochas e quando não é bem planejado, pode causar acidentes. 

Em todas as situações, ela pode provocar tremores ao redor.

Demolição controlada

A controlada é o processo mais inovador em termos de desconstrução de estruturas por utilizar ferramentas diamantadas. 

Esse diferencial possibilita demolir as mais diferentes estruturas sem causar impacto nem vibração. 

Do concreto à rocha, essa tecnologia elimina o barulho e a sujeira, não produz destroços e possibilita reaproveitamento do material retirado. 

Os equipamentos utilizados dependem do porte da obra, mas em qualquer situação toda ferramenta usada será diamantada. 

Alguns deles são portáteis com alta capacidade de produção. 

Há também os que podem ser operados à distância, o que promove maior segurança em locais mais altos, com presença de gás ou subaquáticos. 

Se a sua empresa está procurando métodos de demolição que otimizem todo o processo de desconstruir estruturas de forma inteligente e eficaz, acesse nosso site e conheça os serviços da Demolidora Solum.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *