A importância de preservar os recursos hídricos

A importância de preservar os recursos hídricos

A água é fonte da vida, um recurso natural essencial seja como meio de vida de várias espécies vegetais e animais ou como fator de produção de bens de consumo final e intermediário. Os recursos hídricos tem uma importância fundamental para a sobrevivência de todos os seres do planeta e tem sido tema de inúmeros debates internacionais, dada a gravidade que sua falta pode acarretar. 

Porque é de fundamental importância se preservar os recursos hídricos?

A agricultura, a pecuária e as indústrias dependem da água para obterem seus produtos e a falta desse recurso gera desemprego e aumento do preço no produto final. A falta de água produz um efeito dominó, afetando a população, a natureza e a economia.

Recursos hídricos são as águas superficiais ou subterrâneas disponíveis para qualquer tipo de uso de região ou bacia. Pressupõe a valorização da água em função da sua natureza renovável e fluida. O mau uso dos recursos hídricos põe em risco a vida de todos os seres vivos e afeta diretamente diversas atividades humanas. Além disso, o aquecimento global vem alterando o ciclo hidrológico do planeta e, consequentemente, os padrões de chuvas nas cidades e no campo, agravando ainda mais as mudanças climáticas.

As águas subterrâneas são recursos naturais importantes para o meio ambiente, pois auxiliam na manutenção da umidade do solo, garantem o fluxo dos cursos d’água e também servem para uso humano. É por isso que conhecer e proteger as fontes de água subterrânea é tão importante.

O Brasil é o país mais rico do mundo em recursos hídricos, onde se encontra mais de  12% de toda a água doce do planeta. Porém, esse recurso é distribuído de modo irregular, onde 80% da água doce do país está disponível na Amazônia onde temos o maior rio do mundo – o Amazonas –  em contrapartida, regiões mais populosas, como o sudeste, não há tanta disponibilidade desse recurso. O Brasil também possui o maior reservatório de água subterrânea do mundo – o Sistema Aquífero Guarani, que  representa a segunda maior fonte de água doce subterrânea do planeta e ocupa uma área de 1,2 milhões de km2.

A ação do homem vem causando danos à preservação da água. Seja por contaminação de rios, lagos e represas, ou pelo uso irrestrito e desnecessário desse recurso.

É comum se pensar que a preservação e o uso consciente da água deve partir apenas do governo ou das empresas e indústrias, que são os maiores poluidores. Mas a população também pode ajudar com atitudes simples e mudanças de hábitos:

  • Ao escovar os dentes, fazer a barba, lavar vasilhas e roupas, só abrir a torneira quando necessário. Deixá-la aberta durante todo o processo desperdiça mais de 100 L de água.
  • Evite banhos demorados. E só abra o chuveiro após ter tirado toda a roupa.
  • Utilize sabão e detergente biodegradáveis, que não poluem os rios.
  • Jamais jogue o óleo utilizado nas pias! Coloque-o em garrafa plástica bem tampada e jogue-os no lixo. Um litro de óleo contamina 1 milhão de litros de água.
  • Ao lavar o carro, utilize balde ao invés da mangueira; use vassoura ao invés da mangueira para limpar a calçada.
  • Não jogue lixo em rios e lagos.

Educar e conscientizar as novas gerações sobre a importância de se preservar os recursos hídricos são ações fundamentais para se garantir a sobrevivência dos nossos rios e de todas as formas de vida na terra.

Aqui na Demolidora Solum contamos com uma equipe especializada para realizar seus serviços com segurança e eficiência, preocupando sempre com o meio ambiente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *