Tipos de demolição

Tipos de Demolição

Sob a ótica da engenharia civil, diferente da opinião comum de muitos, a demolição não é apenas derrubar uma estrutura concreta, mas um trabalho que exige cautela e muitos cálculos. Além disso, o ato requer um profissional especializado para a sua execução segura.
Nos Estados Unidos, há cursos de especialização conceituados em demolição, mas isso infelizmente ainda não é uma realidade no Brasil, o que evidencia a inexperiência de muitos engenheiros ao efetuar a demolição. A demolição é necessária por fatores que incluem a segurança de uma determinada área que está ameaçada por uma construção instável e também para garantir espaços para novas obras. Por isso, este trabalho deve ser feito por um profissional capacitado, pois, uma execução equivocada e mal planejada pode resultar em desastres civis. Há, no entanto, fora do conhecimento geral, três tipos de demolição. Abaixo relacionamos os principais tipos de demolição:

Demolição por implosão

Esse tipo de demolição é feito por meio de explosivos e é muito utilizado quando há necessidade de eliminar uma construção, geralmente edifícios antigos e pontes com risco de queda. Para a sua execução, é preciso encontrar e calcular os pontos chave da estrutura e escolher o tipo adequado de explosivos. Com um bom estudo, é possível determinar o lado em que a construção irá tombar ou como fazer com que o edifício caia verticalmente, não prejudicando outras estruturas nos arredores.

Demolição mecânica

A demolição mecânica, diferente da implosão, necessita apenas de equipamentos e máquinas, como guindastes ou escavadeiras. Esse tipo de demolição serve, principalmente, para derrubar parcial ou totalmente uma obra. Geralmente é solicitado para casos de paredes, lajes etc.
Esse tipo de demolição apresenta altos riscos de acidentes, pois é recorrente o mau manuseio do maquinário. Por isso, a demolição mecânica é a que mais necessita de mão de obra especializada.

Demolição manual

Esse tipo de demolição é feito por meio do uso de ferramentas manuais e é indicado para casos que demandam uma maior precisão, cuja estrutura precisa ser preservada. A demolição manual é a de menor porte e também oferece menor risco, pois permite um maior controle do engenheiro. No entanto, o uso de ferramentas manuais também depende de uma mão-de-obra especializada, para que haja sucesso na execução.
Esse tipo de demolição também pode ser chamado de “demolição sustentável”, pois é possível reutilizar os materiais e diminuir os resíduos causados com o trabalho.

Agora que você ampliou as suas idéias sobre os tipos de demolição, não se esqueça de que para executar este trabalho, é necessário um profissional especializado para uma execução de sucesso, garantido a segurança de todos. Uma pequena falha de cálculo pode ser catastrófica!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *